Pacientes com artrite reumatoide que se submetem a grandes cirurgias, tais como artroplastia de quadril, de joelho ou imobilizações e internações prolongadas podem ter trombose e embolia.
 
Mas o que são essas duas condições?
Trombose Venosa Profunda (TVP) é a formação de coágulos (chamados trombos) dentro dos vasos sanguíneos, mais comum nas pernas, que podem causar inchaço, dor, e, às vezes, vermelhidão na perna inteira que não melhora com a elevação do membro.E a embolia ocorre quando esses coágulos se soltam e se deslocam pelos vasos (recebendo o nome de êmbolos) e podem chegar ao pulmão e causar uma condição muito mais grave chamada tromboembolia pulmonar.
 
Para diminuir o risco de que ocorram, os médicos tomam medidas chamadas “profilaxia combinada”, uma mistura de métodos medicamentosos e mecânicos para prevenção. Hoje existem várias opções para prevenção medicamentosa e quem decidirá isso é o seu médico cirurgião. O tempo de uso desses medicamentos também pode variar.
 
A prevenção mecânica pode ser usada logo após a cirurgia (através da bomba pneumática ou meias de compressão), mas nada mais é do que “movimento”, portanto mais uma vez, a fisioterapia e os exercícios são fundamentais na prevenção desses quadros.